quarta-feira, 1 de agosto de 2012

DIA DO ORGASMO...AGORA COM ORGASMO

Ontem foi o dia do orgasmo e eu não sei vocês, mas pra mim parece que só essa semana já foi uns dezesseis kkk, brincadeirinha...zoação a parte, eu vejo o povo todo comentando aqui e alí sobre dia do orgasmo, orgasmo, ponto G, tesão etc e até bem pouco tempo atras eu ainda ficava na dúvida se o que sentia era tesão reprimido que explodia ou realmente orgasmo. Sacumé néh, mulher que perdeu a virgindade com o homem que "casou" e so transou com o dito a vida sexual toda costuma dá nisso, alguém que não sabe definir bem o que é um e o que é outro, sem falar que, se você que tem hoje seus vinte e poucos anos acha difícil conversar com seu pai ou sua mãe sobre sexo porque eles costumam falar muito disso, imagina na minha época que o assunto era praticamente proíbido em casa e a menos que essa casa fosse da luz vermelha onde as mulheres precisavam saber disso para saber como fingir kk (na verdade algumas mulheres fingem bem quando querem idependente de luz vermelha ou nãor rs) mulher que se preze não falava de sexo e menos ainda de emoções sexuais, então...

A opção "pergunte ao marido" também não conta nesse caso, já que eu particularmente duvido que algum homem ao ouvir da mulher o que ela esta sentido vai confessar que não deu a ela prazer suficiente (é assim que eles entendem) admitindo a ela que não é orgasmo ou muito menos tesão (queo pareo gente, se existir isso, que homem é esse kkk) o que ela anda vivendo com ele rs. Então, eu me limitava a ler tudo quanto é definição dos termos e tentar sacar se era um ou outro o que eu sentia. Isso porque na minha cabeça eu pensava, bom, se isso que eu sinto é orgasmo, devo ter algum disturbio, porque só do meu namorido botar a mão em mim nem miojo me acompanha, o bagulho já fica frenético e eu não me seguro, quando vê lá estou eu ja gozada na vida e repetidamente latejante naquele momento (desculpe os termos, mas não tinha outra forma de dizer isso rs) e vejo tantos comentários de mulheres que nunca atingiram o orgasmo na vida que me deu a certeza de que o que eu sentia era alguma coisa, menos orgasmo.

Foi aí que, um dia lendo sobre orgasmo num desses dias do orgasmo acabei trombando numa definição que me ajudou a sacar o que era o tal e aí tudo se abriu (na minha mente rs) e consegui dar nomes enfim aos bois que até então pastavam alegres, saltitantes mas sem nome na minha vagina (esse nome é tão propriamente impróprio não acham?!). Então, mesmo não sendo mais hoje o dia oficial do dia do orgasmo (disse oficial porque quem sabe faz na hora não espera acontecer kk...ainda dá tempo de botar seu orgasmo em dia minha gente kk) fiz minha parte e procurei na net a definição que um dia me ajudou a me desduvidar (será que eu inventei o termo ?!), para que nenhuma mulher se sinta mais só nessa vida de um e consiga saber bem o que rola com ela.

" se inicia com fortes e rítmicas contrações involuntárias da plataforma orgástica (a terça parte externa da vagina) e do útero. (eu não medi,juro kk)

o rubor sexual atinge o seu ponto máximo (os lábios vaginais ficam intumescido e mudam de cor). (traduzindo, a coisa fica quente e vermelha rs)

o clitóris fica ereto e sensível ao toque, colaborando para o prazer e a chegada do orgasmo. (não preciso explicar aqui, néh??)

é possível haver contrações involuntárias do esfíncter retal, o que leva, em algumas mulheres, a sensação de dores no ânus, após o orgasmo. (esse negócio de dor no ânus é coisa de quem dá o c...oelhinho kk, bom, eu não senti)

os batimentos cardíacos aceleram-se, a pressão sanguínea e o ritmo da respiração também chegam ao ponto máximo. (essa hora é meio empolgante pra voce ter tempo de parar pra sentir o coração, só não para de respirar ok kk)

inicia-se a perda do controle muscular voluntário (em algumas mulheres pode-se observar a contração de grupos de músculos no rosto, nas mãos e nos pés. (eu não sei como fica meu rosto, mãos normais e pés sei lá,mas a perda de controle muscular explica o "latejante" que eu escreví lá em cima)

Algumas mulheres, durante e após o orgasmo, apresentam, em toda a região chamada soalho pélvico (da vagina até o ânus), rápidas e seqüenciais contrações. Em casos em que a mulher está altamente excitada e, considerando as características de cada uma (portanto isso varia de mulher para mulher), o canal vaginal pode se apresentar com grande lubrificação. As contrações vaginais podem fazer com que, durante o orgasmo, ou após ele ter acontecido, o líquido lubrificante escorra para fora, dando a impressão de que a mulher está “ejaculando”." (aqui também continua o lance latejante e você pode prolongar isso apertando a "florzinha" entre as pernas, se é que me entende...putz, não acredito que disse isso kkk, ainda bem que acabou, não vou me meter a dar aula kkk).

Esta resposta foi retirada do Yahoo responde!



PRONTO FALEI: Então, este post foi bom pra você?! rs

2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkk
    adorei!!!
    suas descrições são perfeitas!
    é fia, é orgasmo sim o que vc sente... essa coisa latejando é inconfundível!!! me deu até vontade, mas marido tá dormindo... ah, se não tem tu, vai com tu mermo (ou: comigo mermo)! rsrs
    xero!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post... Super divertido e esclarecedor pra quem tem essas dúvidas íntimas!
    Arrasou!

    ResponderExcluir

Comenta mas não inventa!