quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

ERA UMA CASA MUITO ENGRAÇADA, NÃO TINHA TETO, AGORA TEM!

Gente, a sensação que tenho é que pra manter este meu canto que tanto curto é que em um post ou outro vou sempre estar começando com algum pedido de desculpas pelo sumiço, mas espero que entendam okays, afinal é final de ano e estamos numa espécie de contagem regressiva, pegando todo tempo que nos sobra para ver se conseguimos adiantar o nosso barraco sweet barraco e assim já começar o ano novo nele.

Por falar nisso, no último feriado que teve aqui em beagá, meu namorido começou a colocar o telhado. No domingo, fomos todos para lá, ele para acabar o telhado e eu para lixar as janelas e fazer companhia a ele junto com meu filhute Rico. Nenhuma experiencia no assunto fez o processo se esticar um pouco para alguns dias, já que ele praticamente ia lendo o manual de instalação das telhas ecológicas e fazendo o passo a passo, e como teve de fazer todo telhado sozinho (fiquei mais na ajuda da subida das telhas e alguma coisa que ele precisasse lá em cima, porque tenho pânico de subir essas escadas verticais, e de ficar em cima de lage, então fiz o que pude do chão mesmo), acho que foi até rápido. Ontem aproveitou que chegou um pouco mais cedo e voltou lá para terminá-lo, ficando agora só a parte onde a caixa d'água está instalada para terminar, pois terá de bolar algo para contorná-la.

Dentro da casa, aquela parede que divide a sala e a cozinha já saiu e no momento estamos estudando o que vamos fazer, isto porque embora no plano inicial nossa idéia era fazer dessa meia parede um balcão de integração entre cozinha e sala, talvez isso não será possível, a sala é bem menor do que a futura cozinha (como lá era o quarto,é o comodo maior do barraco, e ao transformá-la em cozinha acabou ficando uma cozinha maior que a sala e o futuro quarto, que por vez passou a ser o menor comodo da casa...confusão néh kk) e fazendo esse balcão, onde planejavamos colocar banquetas, etc, vamos perder mais ainda espaço na sala e não caberá nem mesmo os sofás. Pra piorar medimos o sofá que reformamos a pouquissimo tempo e descobrimos que ele não vai caber na sala (que legal! : /), por ser um modelo antigo de quatro lugares e ainda ter mais dois pequenos de 1 lugar, próprio para casas maiores, a única forma para ele caber seria deixar a sala sem porta de entrada, porque aí colocariamos ele na parede que ficaria maior, o que de certa forma, olhando-se pela função (de porta) não teria problema, já que provavelmente a porta de entrada da casa a ser mais usada será a da cozinha, pois ela é a que ficará logo de cara para o portão de entrada da casa, mas, quando pensamos em termos de claridade e maior ventilação, e fizemos o teste ficando lá dentro e deixando apenas a janela aberta, cremos que ela fará total diferença se tirada da sala, pois fazendo
o teste, sentimos o ambiente muito abafado, mesmo com a janela aberta, e isso nos fez descartar essa possibilidade (sem falar que me deu um certo receio ficar só com uma porta de entrada e saída da casa, mesmo que aparentemente ela ficará mais de enfeite que de uso).

Próximo passo agora é terminar de colocar o encamento da cozinha e fazer o piso da cozinha e sala (que foi o que deu pra comprar de momento) e comprar o revestimento das paredes do banheiro (é, cometemos esse vacilo, gastamos o resto do dinheiro que tinhamos guardado comprando o piso da cozinha e sala e nos esquecemos do acabamento do banheiro, mais importante que botar piso onde já tem o chamado vermelhão, que quebraria o galho néh, agora vou ter de abrir mão das tão sonhadas pastilhas que queria botar na parede da cozinha e no banheiro para revestimento comum de cerâmica, tudo porque apesar de pensar trocentas mil vezes e calcular trocentas mil vezes, me perdí na beleza e combinação dos pisos que já estavam em oferta na hora da compra e acabei gastando o dinheiro reservado para o banheiro no piso da sala, que podia muito bem esperar...aff...80 chibatadas por favor!).

Feito isso, será só colocar a porta da cozinha e mais uma janela para deixá-la mais ventilada (apesar de ser o comodo que fica de cara pra rua, é o comodo mais abafado pela falta de uma janela pra esse lado) e cair para dentro, deixando todo o restante para fazer, já morando no local. Porque do desespero para mudar, já que onde moramos não pagamos aluguel, nem nada ??? - Simples, há 12 anos moramos de favor no lote do meu pai e não vemos a hora de termos nossa idependencia e liberdade para soltar nosso cachorro no terreiro (sem ter ninguém regulando isso por causa disso ou daquilo), deixar nosso filho livre para brincar num quintal sem o medo dele ser mordido por algum animal peçonhento ou roedor (meu pai não deixa a gente tirar nenhum entulho daqui do lote e ratos, baratas, entre outras coisas, dividem moradia conosco e contra nossa vontade) e principalmente, poder investir todo tempo e dinheiro que conseguirmos em algo realmente nosso, simples assim!

PRONTO, FALEI: Não vejo a hora de ir morar naquela roça e por mais que seja longe, empoeirado e sem a metade do luxo e nenhuma facilidade do que tenho onde moro atualmente, poder ter o prazer de respirar o ar da liberdade dentro do que é meu e assim recuperar tudo que fomos perdendo ao longo de um casamento sem privacidade e idependencia.

Um comentário:

Comenta mas não inventa!