quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Eu, Rico, Ozzy e sentimentos...

ozzy 50 dias
Em primeiro lugar queria agradecer as pessoas que notaram meu sumiço aqui e nas redes sociais e tiveram a atitude gracinha de me ligar e enviar mensagens no celular perguntando como eu estava, o que que tinha acontecido...enfim...vlw galera, é muito bom a gente se sentir amada quando está convalescendo (mesmo que seja de uma baita gripe que ainda não se decidiu se quer ser gripe ou resfriado e enquanto isso vai fud*..ndo a gente kk). Isso mostra que amigo nem sempre precisa ser chamado de amigo o tempo todo pra se sentir assim néh ;)...As mensagens de vocês me deram forças essa semana, acreditem!

Em segundo lugar quero por experiência própria estimular a quem não se vacinou ainda contra a gripe, que não sejam preguiçosos como eu fui e vão logo se vacinar. Eu não sei se a essa altura do campeonato ainda estão aplicando a vacina nos postos, etc, mas se tiverem não façam como eu fiz, porque se tivesse me vacinado não teria contraído essa gripe e kra, vocês não tem noção de como o vírus evoluiu...queo pareo, achei que ia morrer, cheguei a achar que estava com dengue 4, de boa...Hoje, exatamente só hoje consegui me sentar aqui pra postar alguma coisa, mas ainda estou com a sensação de cabeção (aquela sensação ruim de cabeça pesada e cheia de ar quente sacas), sentindo dor das unhas aos cílios e com a garganta doendo até os dentes...nem vou comentar a vontade de ficar só deitada e a suadeira que não despacha nem por decreto essa fanhosidade do nariz entupido e respiração de leão marinho. Mas o pior de tudo foi ver meu filho passar o mesmo perrengue por não ter sido vacinado contra gripe e saber que faz sim diferença tomar a vacina, já que meu namorido foi o único vacinado aqui em casa e consequentemente o único que não gripou também, mesmo sob espirros de velocidades quilométricas e tosses convulsivas dos doentes de plantão.


ozzy 7 meses
 Por último vou dizer, mesmo ainda muito ruim dessa gripe resfriada vou passar meu niver amanhã muito feliz de ter sobrevivido a última semana e poder curtir o dia de amanhã com meus dois filhos, Rico e Ozzy, além do meu namorido querido e todos vocês que se importam mesmo comigo!

Agora sim, depois de quase todo esse testamento e declamações, vou resumir (contar néh, já que nunca consigo resumir nada kkk) pra vocês o que rolou comigo nesses últimos dias, mas pode preparar, buscar um café, ou um suco, ficar mais confortável porque vocês já conhecem bem como eu adoro riqueza de detalhes...rs

ERA UMA VEZ...

Tudo começou com minha sobrinha que veio na minha casa na véspera do passeio de escola que ela e meu filho iam fazer juntos na sexta.f e muito gripada (com minha irmã jurando que era só alergia) acabou passando uma gripe daquelas pro meu Rico, que além de perder o passeio que ficou duas semanas falando sem parar, passou o f.d.s queimando de febre chorando por não ter ido no passeio (detalhe, minha sobrinha como estava sem febre foi néh...agora imagina como fica o coração da gente nessa hora, ter de falar com seu filho que ele nem vai poder ir e saber que a primeira coisa que ele vai perguntar é se a prima foi...se eu falar que eu não fiquei chateada com isso é mentira, pronto falei!,nem vou me estender por aqui pra não o que não é). Eu, como mãe que sou larguei tudo pra cuidar dele e paralelamente não notei que meu cachorro ozzy ja nessa ocasião não estava se alimentando direito.Foi um f.d.s de muitos espirros, febre, tosse, olhos lacrimejantes ao extremo e banhos, muitos banhos e remédios para baixar a febre.
Até aí praxe, temos experiencias nesses casos com o Rico e não tem muita coisa que fazer, é banho e antipirético, dia e noite sem dormir e no quarto dia já sem febre começar a tratar a gripe com chás, xaropes (como já estou acostumada com essas gripes dele, só levo no médico se a febre persistir mesmo e faço mais xarope caseiro mesmo de abacaxi e beterraba, porque não tenho muita paciencia de ficar esperando médico falar o que eu já sei e nem gosto de ficar tocando remédio no meu filho porque ele já sofreu demais com isso, desde o nascimento por conta de bronquite...enfim...

O DIA QUE NÃO TERMINOU...

...Enquanto isso no canil mais próximo ozzy também não estava nada bem, logo no sábado observei que ele realmente não estava era comendo nada e amanheceu vomitando e totalmente prostado e minha preocupação passou logo do estágio de cisma minha para preciso de um veterinário. O problema todo é que aqui no meu bairro só tem um veterinário e ele já não estava funcionando nesse horário, então fui na casa de ração mais próxima e comprei patê, outras rações pra ver se o lance era com a comida mas não era...começei a ficar desesperada, já que pelas minhas contas já tinham 5 dias que provavelmente ele não estava comendo e eu não tinha idéia do que fazer. Liguei para algumas clínicas veterinárias 24hrs e meu desespero só aumentou já que o que eu tinha guardado não dava pra pagar nem a consulta e isso me remeteu uma revolta antiga que tenho com esses lugares que ainda exploram o emocional de quem tem animal de estimação, cobrando valores absurdos pra ainda por cima não tratar bem o bicho da gente (fiquei revoltada com a média de preços das clínicas, não achei uma que cobrasse um valor justo e nem razoável e pra completar tascam taxa pra tudo, e o fato de ser f.d.s só piorou os preços...ainda espero pelo dia que assim como na nossa saúde, olharão por nossos animais com menos mercenarismo). De boa, senti que ia perder meu cachorro no f.d.s e me senti incapaz, frustada por ser pobre (ultimamente tenho pensado muito nisso, na relação do mundo com o dinheiro e no quanto a falta dele tem me afetado), sem recurso tive de esperar segunda.f pra levar ele onde eu tinha condições de pagar e rezar aos deuses pra ele não morrer...meu Bebê mamãe!

Chegou segunda a primeira coisa que fiz foi ligar no veterinário, mas rolou uns impecílios...o fato é que como único veterinário daqui ele é sobrecarregado e só ia ter horário pra buscar meu cachorro as 10:30, o que pra mim já poderia ser tarde demais. O lance ficou mais tenso na minha mente porque ja tive experiencias ruins com outros veterinários e nao tinha confiança de mandar o ozzy pra outro lugar, mas em contra partida minha confiança no conhecimento dele ja anda meio abalada visto que ja a uns bons meses venho tratando o ozzy de outro lance e ele não tem apresentado melhora e o veterinário não sabe dizer sequer o que ele tem. Resumindo, ja tava querendo mudar de veterinario mas não tenho recomendação de nenhum que seja realmente bom, atualizado e que cobre um valor que eu possa pagar. Enfim, arrisquei uma indicação da casa de ração e paguei pra ver...literalmente.

PARALELAMENTE... a situação ia rolando o seguinte, Rico melhorando, eu e ozzy piorando...ôh dia!

Ozzy foi levado então pra esse veterinário e eu em casa morrendo passei o dia naquela, um doente cuidando de outros...foi o pior dia, tava me arrastando pela casa, febrão o tempo todo, sem comer, preocupada com ele, preocupada com o Rico (medo de ser dengue ou a tal da gripe, pairava no ar...). Final do dia chegou, Ozzy passou o dia no veterinário praticamente, veredicto sangramento intestinal que poderia ser gastroenterite ou parvovirose, nas duas opções 30% de chance dele sobreviver se for tratado em casa, 80% se internado...imagina pra mim como mãe, ouvir isso sabendo que não tinha o menor recurso financeiro para interná-lo...desesperei total, acabei piorando também e caindo literalmente de cama.

O veterinario então mais que recomendou, soro de farmacia de 30 em 30 minutos e a medicação na hora, sem garantia de vida. Mesmo muito mal fui revesando as noites com meu esposo e ficando integral durante o dia, 30 em 30 minutos soro na boca dele, como ele é muito grande não tinha nem como colocá-lo dentro de casa, sem falar que tava vomitando horrores, precisava preservar o Rico também, então viramos a noite no quintal perto dele. Ele levantava e caía, mal abria a boca e passou a avançar porque nunca adoeceu assim, estranhou tudo, gosto de soro, remedio, tudo. Tadinho, pior era ver no olho dele que ele de alguma forma sabia que podia morrer...

TUDO PASSA...

Dia seguinte, eu mal conseguia levantar meu braço, meu marido me levou pro quarto, 42 de febre, ele querendo me levar pro hospital e eu mandando ele fazer chá de febre e me cobrir com o cobertor porque eu não ia a lugar algum com filhos doentes.


foto tirada ontem!
 HOJE...

Pra fechar essa novela (você ja deve estar cançado de ler néh kk) ozzy levantou ontem, ainda cambaleia, pupilas dilatadaças, mas já até latiu, ainda tá no soro, mas agora ja adora, hoje já consegui até dar ele um patezinho pedigree e estou acompanhando pra ver se ele vai vomitar, etc. Vou ligar mais tarde pro veterinário pra marcar o retorno dele pra amanhã, pra ver como ele vai ficar hoje com alimento no estômago. Já no âmbito humano..Rico e eu ainda estamos gripadaços, muita tosse, muito espirro, muito nariz entupido mas deu até pra passar o dia das crianças sentados jogando video game com ele...enfim, pra reforçar que tudo passa nessa vida, termino o post de hoje feliz e reafirmando o mantra dudugraffitiano "NUNCA TEVE TÃO BOM!" que é pra ficar frequente a energia!

2 comentários:

  1. ufa glau! Já tava triste pensando q dessa o ozzy não passava!!!
    Quanto à sua gripe, existem remédios ótimos no mercado que reduzem e até acabam com a coriza, além de acabar com dores e febre! cimegripe, multigripe.. vale à pena ter em casa! Saudade poia! bjuuuuu

    ResponderExcluir
  2. eu tambem nao me vacinei na campanha quando tava gravida , minha nene gripou com 2 meses , ela estaria imune por 6 meses se tivesse tomado a vacina , me senti culpada.

    ResponderExcluir

Comenta mas não inventa!