quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Nós...Pereirão!

Assistindo a novela das nove atual fico pensando em quantas mulheres por aí não se identificam ou já foram "Pereirão" nessa vida. O ato mais desprendido que uma mulher pode ter de se anular completamente por um bem ou um propósito maior. O fato de se ver num barco a deriva e ter de assumir o leme para não afundar; sendo mais que necessária...indispensável. Negar sua beleza, esquecer sua vaidade, se travestir de forte como um soldado na linha de frente da batalha; ser mãe mas não mulher, ser pai mas jamais um homem...ser capaz de convencer a sí mesma que é preciso.

O que mais vejo ao redor de mulheres assim são pessoas críticas, homens debochados e despeitados (literalmente kk) que só fazem pré julgar e/ou intimidar o gesto, o ato, o fato de que essas mulheres fazem e não poucas vezes fazem melhor. Isso faz o homem questionar sua existencia e algumas vezes sua utilidade, mas não fazem eles reverem conceitos como preconceito, abandono e hostilidade, pois nós mulheres só fazemos o que cabe culturalmente a eles, porque um dia um homem em sua definição de cuidado e presença, faltou na vida dessas mulheres, então não nos culpe por termos escondido por tanto tempo nossa quase auto-suficiência, porque amigo eu acredito piamente que facilmente a mulher dominará docilmente o mundo, porque ela é um ser a caminho da auto-suficiencia, enquanto que, o homem parou, em sua ignorância e projeção um pouco menos machista, mas ainda ista, ainda hostentando importância ao orgão que sustenta entre as pernas.

Mas não quero levantar aqui bandeira cor de rosa pink nem dizer  que nos bastamos, somos seres feitos para junção e idependente do que chamamos constituição de família, somos originalmente e religiosamente citados,filhos de Adão e Eva, frutos do pecado, nascidos para pecar juntos kk e evoluir.




Contudo peço aos homens mais atenção, cuidado e proteção com nós mulheres, não só clamem ou exijam carinho se esquecendo que o amor é em uma frase tola mas totalmente verdadeira, uma flor que precisa ser regada, pois pra cada flor que morre cálida e esturricada de tentar se erguer com pingos d'água, nasce alí imperial como um coqueiro, inquebrável como bambú e robusto e frondoso como um belo pé de ipê amarelo...Pereirão!

NOTA DA BLOGUEIRA: Depois reclamam que mulher tá tudo seca, cafa e está dificil casar...a propósito, já ouvi essas frases em algum lugar no túnel do tempo, não mulheres ???

Um comentário:

  1. Aqui em casa minha mãe (toda pequenininha), já reformou nosso apartamento e recentemente trocou a torneira do banheiro.
    Acho admirável a independência conquistada pela mulher!

    ResponderExcluir

Comenta mas não inventa!