quinta-feira, 9 de março de 2017

VOCÊ TEM FOME DE QUÊ ??

Eu ontem fui uma das que compartilhou no Face e no whatsapp um gif bonito de protesto em relação ao DIA INTERNACIONAL DA MULHER dizendo que "NÃO QUEREMOS FLORZINHA NEM BOMBONS, QUEREMOS RESPEITO!", mas há homens que não tem Facebook e não souberam dessa nossa manifestação em apoio as mulheres que sofrem violência, e há mulheres que entenderam a mensagem de forma errada. 

O sentido da mensagem não é privar quem gosta ou quer receber flores de recebê-las,mas dizer que não adianta presentear ou lembrar da mulher no dia "D" com flores e bombons e no resto do ano continuar "fudendo" com a vida dela. 



Se você é bem cuidada e amada por seu "bem" e recebeu florzinha ou chocolates ontem assim como eu, curta e retribua esse amor  porque a gente merece mesmo (meu marido vez ou outra me surpreende com uma rosa de forma casual, sem uma data especial etc e o principal, sem eu precisar pedir, e claro que eu assim como a maioria das mulheres acho fofo e aceito de bom coração, embora eu particularmente preferisse que ele me desse um duplo x-tudo ou um livro rsss), mas se você é lembrada como mulher só nesse dia e hoje já esta sofrendo ou apanhando de novo..<<Coragem amiga>>, você é mulher, é forte, você vencerá ! 




Mas Procure ajuda, denuncie, dê um basta e mude sua vida. Nenhum fim é feliz de verdade eu te digo e todo recomeço é de sacrifício e um pouco de dor, um pouco de luta mas de muita vitoria e paz sobre o que já viveu. E se mesmo um pouco entristecida e apática, destruída ou ferida, você sentir que ainda existe força parecida com essa minha em você, levante, pegue a flor que ele te deu ontem pra celebrar sua "derrota" e o mande engolir junto com toda falsidade e crueldade que ele te faz passar, ou se quiser se poupar simplesmente o mande enfiar a florzinha no " * " pegue logo suas coisas, seus filhos e vá VIVER e não só e infelizmente SOBREVIVER ! 



Ps.: Vocês já sabem que o texto é meu, mas essa não é uma dor minha, mas de muitas mulheres que sofrem violência doméstica, abuso, assédio, estupro até se confrontarem com um feminicídio e é por elas meu texto de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta mas não inventa!